ECOPE E TREINAMED marcam presença no Cardio Pernambuco

Por Mayra Rodrigues

O 28º Congresso Pernambucano de Cardiologia (Cardio PE) iniciou na quinta-feira (15) e segue até o sábado (17), no Centro de Convenções do Hotel Armação, em Porto de Galinhas, Litoral Sul do estado. A Escola de Ecocardiografia de Pernambuco (Ecope) se faz presente com equipe técnica integrada por professores, monitores, corpo diretivo e comercial da empresa.  O congresso mantém aulas interativas e painéis, sessões curtas e práticas e debates personalizados. Assim como cursos e treinamentos (sessão hands-on), e em particular uma sala inteiramente dedicada a discussões práticas, do dia-a-dia, na forma de casos clínicos ou situações particulares.  

 

No encontro, o médico cardiologista, especialista em ecocardiografia, com mais de 40 anos de experiência, diretor e professor da Ecope, José Castillo, foi o responsável por coordenar a modalidade do Hands On, que é o curso prático de ecocardiografia com demonstração em ecocardiografia avançada. Na temática, a quantificação da estenose aórtica (gradientes, pitfalls, equação de continuidade). 

 

“A Ecope já faz parte da ecocardiografia e da cardiologia pernambucana desde a sua fundação, em 2010. Dessa maneira, sua participação em todos os congressos de Cardiologia de Pernambuco, desde a criação até o momento, é absolutamente necessária. Não só para a divulgação da Ecope, mas também para dar oportunidade aos nossos alunos de apresentarem os trabalhos científicos desenvolvidos dentro da nossa escola”, esclarece Castillo. Ainda de acordo com ele, a escola não só marca presença no congresso pernambucano, mas também nos congressos brasileiros como o Congresso de Imagem Cardiovascular do DIC e o da Sociedade Brasileira de Cardiologia. “Sempre com a presença de alunos e de trabalhos científicos”, destaca Dr. Castillo. 

 

Dentre as atividades que a comitiva de professores e monitores atuaram, estão os temas livres orais. Os ecocardiografistas Jonny Vitor Diniz, Carlos Mazzarollo, Djair Brindeiro Filho, Eugenio Soares De Albuquerque e Jose Maria Del Castillo participaram do relato de caso com o tema “Forma atípica de tuberculose cardíaca”. Assim como, Carlos Mazzarollo, Jonny Vitor Diniz, Katarina Barros De Oliveira, Deborah Costa Lima De Araujo, Eugenio Soares De Albuquerque, Djair Brindeiro Filho, Carlos Antonio Da Mota Silveira, Eduardo Menezes De Araujo Junior, Jose Maria Del Castillo abordaram a temática de “Chagas em fase indeterminada, avaliação ecocardiográfica”.

 

Em mais uma oportunidade, a “Avaliação da mecânica ventricular em atletas de elite do sexo feminino” foi destacada por Katarina Barros De Oliveira, Thiago Boschilia, Carlos Mazzarollo, Eugenio Soares De Albuquerque, Mariana Peixoto Carvalho De Alencar, Antonia Dulcineide Medeiros Sena, Djair Brindeiro Filho, Carlos Antonio Da Mota Silveira e Jose Maria Del Castillo. Enquanto o tema “Avaliação do strain longitudinal global em 17 segmentos miocárdicos” ficou com Deborah Costa Lima De Araujo, Carlos Mazzarollo, Jonny Vitor Diniz, Antonia Dulcineide Medeiros Sena, Eugenio Soares De Albuquerque, Djair Brindeiro Filho, Mariana Peixoto Carvalho De Alencar, Carlos Antonio Da Mota Silveira, Jose Maria Del Castillo. 

 

Europa

A participação científica da Ecope é multidisciplinar e não é apenas local, a instituição também marca presença internacionalmente. O Congresso Europeu de Ecocardiografia, EuroEcho, aprovou quatro trabalhos científicos enviados pela Escola de Ecografia de Pernambuco (Ecope) e mais um sobre cardiotoxicidade do Dr. José Maria del Castillo, ecocardiografista e presidente da instituição. O congresso acontecerá em Viena, na Áustria, em dezembro, e é promovido pela sociedade europeia de cardiologia. A Ecope, que já é referência nacional na área de ensino em ecocardiografia, estará bem representada por lá.

Calendário de Todos os Cursos

Facebook